segunda-feira, 3 de novembro de 2014

POEMA A ESPERA E O DESEJO



A ESPERA E O DESEJO

O luar será o ensejo
Olhar a lua e o seu brilho
A espera e o desejo
Pensamento de pecadilho
A imaginar um promiscuo beijo
Lascivo rastilho
Com os deuses me protejo
O luar é o meu estribilho
Grande amor; almejo
Brilhante sem sarilho,
A espera e o desejo
Percorro em certo trilho
Tentado abraçar o luar que vejo
Num eterno trocadilho
Para que o luar, que invejo,
Jamais o veja como espartilho,
Para amar a lua, não pestanejo
Não deixo o luar, meter sarilho
Amo de antemão, até no Brejo
De luar, o amor polvilho
A espera e o desejo,
Ternamente; como pirralho,
A espera e o desejo!

Daniel Costa
 

1 comentário:

  1. OI DANIEL!
    LINDOS VERSOS AMIGO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar